Giselle Hübbe – Miss Brasil Deficiente Visual 2011

20 de setembro de 2011 - BlogModaVídeos

Linda por dentro e por fora. Sempre em cima de uma salto de 13cm, coisa que eu já desisti de usar há muito tempo… Totalmente independente, anda de táxi sozinha pra lá e pra cá, sobe e desce vários andares de escada mais rápido do que muita gente, caminha  por todos os lados, de forma muito ágil, no centro de Porto Alegre e só pega o nosso braço porque a gente oferece… Quando fui ajudá-la na troca dos vestidos, tive que pedir auxílio, pois não conseguia desatar um nó feito no tecido que ficava nas costas e servia como cinto. Quando voltei com a ajuda, ela já tinha desfeito em um segundo… No restaurante, decorou tudo que cada um pediu e o que continha em cada prato do cardápio. Pelas ruas, ela ouvia absolutamente todos os comentários que a multidão fazia ao ver aquela equipe doida, em pleno centro da cidade, andar com uma Deusa vestida de gala.

Para quem se preocupa com a fato dela não conseguir dimensionar o quanto é bonita,  esqueça! Ela tem uma porcentagem – baixíssima – de visão suficiente para quase chorar ao ver a luz da sua própria imagem na primeira vez em que a maquiei, pra dizer que gosta ou não gosta da forma que seus cabelos foram penteados… pra me elogiar e pra perguntar, por exemplo, onde faço as luzes nos meus cabelos…

Ela enxerga, sim. Mas não a ponto de dissipar a sua atenção entre todos os sentidos. A visão dá informações suficientes pra gente, muitas vezes, esquecer do resto… Está certo, ela não vai poder dirigir automóveis, nem cursar odontologia, seu grande sonho. Mas nós  nunca iremos sentir as coisas do mundo com a intensidade que ela sente…

Giselle, minha amiga, eu me sinto tão singela perto de ti… a oportunidade de conviver contigo traz muitas lições. Mas nenhuma delas é maior do que ver o quanto uma dificuldade, mesmo grande como a tua, pode tornar uma pessoa tão mais rica, especial e eficiente.

A tua companhia é tão gostosa, tão “ligth”, tão igual… embora a tua diferença te torne muito, mas muito maior…

Obrigada, obrigada, obrigada!

Durante o make:

92.1

92.2

92.3

92.4

92.5

92.6

92.7

92.8

O ensaio:

“AFINAL, VOCÊ ENXERGA?

 

Ninguém enxerga…

Ninguém enxerga aquelas paredes altas e fortes, a sua pintura marcada pelas centenas de anos… Ninguém olha o correr de um lado pra outro no Mercado Público, não prestam atenção nas bancas, nas flores de macela, nas pessoas que se cumprimentam. Da mesma forma, esqueceram de enxergar a leveza da Praça XV, ou a imponência do Viaduto da Borges. O Centro de Porto Alegre parece opaco… Mas a lente de Denise Wichmann consegue captar a luz  desses cenários da capital. Seus flashes mostram uma visão diferente, um outro modo de enxergar, e que se mostra revelador.

A modelo também não enxerga. Ela é a Miss Brasil Deficiente Visual 2011, Gisele Hübbe. Mas, apesar de seus olhos deixarem entrar pouca luz, a sua presença majestosa brilha demais, emprestando beleza à cena. Tem como não enxergar?

Afinal, você enxerga?”

92.9

92.10

92.11

92.12

92.13

92.14

92.15

Vídeo do making off:

A equipe:

92.16

Fotografia: Denise Wichmann                                                                                                                                 Direção de arte e produção de moda: Yuri Ruppenthal
Assistente de Fotografia: Tiago Spineli
Assistente de iluminação e vídeo: Israel Monteiro
Make up artist : Alice Salazar
Hair style: Zezinho Fernandes
Vestidos (moulage): Rosa Maria Isoppo

Conheça um pouco mais sobre a ACERGS, instituição que presta atendimentos aos deficientes visuais! http://www.acergs.org.br/